Feliz Ano Novo, sejam muito felizes!

Bridinha toda branquinha, lindona pronta para o Reveillon de 2011.


Ue como esse ano passou depressa, mas calma ainda faltam algumas horas e por incrível que pareça o ano está se despedindo e deixando saudades. Observando atentamente tudo que passou no decorrer deste ano, terás muito a agradecer.

Pegue todas as derrotas e transforme-as em pequenas batalhas que no confronto com a vida, você deixou de vencer, mas que certamente, a guerra já está ganha, pois conseguiu chegar até aqui e está preparado para receber um novo ano com outros desafios, dificuldades e incógnitas. E viver muito essa esplêndida jornada, Deus está a lhe proporcionar com novas esperanças. E basta agradecermos a Deus pois somos vencedores, superamos mais um ano, enquanto tantos ficaram pelo caminho.

Feliz Ano Novo, sejam muito felizes! Que ele seja maravilhoso para todos vocês e suas famílias!

Desejo a todos um ano novo repleto de saúde, sucesso, paz, prosperidade e AMOR!!

Lambeijocas múltiplas de boas festas da Bridinha.

Acalmando seu animal quando temos visitas


Sua casa vive cheia de visitas? Ou até mesmo quando você está em outra casa e chegam pessoas estranhas. Isso tudo pode causar desconforto no seu animal de estimação.

Quem tem um animal de estimação precisa entender que muitos animais acham que ter visita em casa significa entretenimento. Eles começam a latir alto, ficam correndo de um lado para o outro eufóricos e pulam no sofá ou até mesmo mordem.

Nunca esqueça que ele existe

Quando a visita chega em casa, você tem que dar atenção somente à ela. Isso não é errado, mas se o cão perceber esse comportamento, ele fará de tudo para chamar a atenção. Para evitar que ele comece a correr de um lado pro outro ou latir, inclua seu animal na conversa ou na atividade do grupo, chamando-o pelo nome e fazendo carinho algumas vezes.

Não deixando de dar broncas

Se houver mal comportamento, você precisa dar broncas. Algumas famílias se sentem mal por gritar com o animal na frente das visitas, mas deixar a travessura passar só colabora para que o cão se sinta livre para fazer o que bem quiser. E é claro, dê palmadinhas se necessário.

Minhas broncas nunca resolvem

Que nem a reportagem que eu li do Dr. Pet:
"O cachorro só entende uma bronca dada no flagra. É mais eficiente quando o não for acompanhado de barulho, como bater um jornal no chão, ou um susto e spray de água no focinho, por exemplo. Com o elogio, vale o mesmo: tem de ser feito imediatamente depois do acerto. E funciona muito mais do que uma bronca."

Como os brinquedos ajudam

Uma dica que ajuda bastante a lidar com o cão quando ele está agitado é a utilização dos brinquedos, pegue o favorito e use para distraí-lo enquanto a visita está em casa.

Xixi no tapete e outras travessuras

Com a Brida eu nunca precisei passar por esse vexame, mas tem cachorros conhecidos que é comum ouvir os donos reclamarem que os cães fazem xixi no tapete quando a visita chega ou que eles tentam copular com a perna dos outros. Essas situações embaraçosas devem ser corrigidas logo na primeira vez que acontece. No caso do xixi, nada como corrigir com palmadas e mostrar o local correto, quanto ao cachorro começar a copular com a perna das visitas, interrompa-o com uma bronca, é feio!

Deixe-o no quarto

Para não incomodar ninguém, o ideal é deixá-lo em um cômodo reservado da casa— por mais que seus convidados digam que “não precisa”. Quando todos forem embora, chame-o de volta sem fazer muita festa.

Espero ter colaborado com algumas dicas.
Lambeijocas da Bridoca!

Vai Viajar? Com ou sem o animal de estimação?

De férias ou a trabalho, em nossas viagens às vezes levamos nosso cachorro. Às vezes, não dá e temos de deixá-lo aos cuidados de alguém. As duas decisões requerem alguns cuidados antes de colocar o pé na estrada ou no avião.

Eu vou, meu cachorro fica. O que fazer para ele ficar seguro e você, tranqüilo(a)?

Ah, tomar a decisão de deixar seu cachorro é sempre muito difícil, porém às vezes é preferível deixá-lo em um local seguro, onde seja bem cuidado, a levá-lo numa viagem longa que possa estressá-lo ou correr o risco de estragar todos os seus planos de viagem. Assim, prefira deixá-lo com alguma pessoa da família ou alguém de sua (bastante) confiança.

Se isso não for possível, procure um hotel para cachorros, mas lembre-se de conhecer as instalações previamente; deve haver espaço suficiente para seu cachorro. Para amenizar o estresse de mudança é aconselhável que você leve sua caminha, comida e brinquedos. Não se esqueça também de que esses hotéis exigem que os cachorros a serem hospedados estejam com a vacinação em dia. Alguns hotéis também exigem a aplicação de tratamento preventivo contra pulgas e carrapatos. Lembre-se também de deixar um telefone de contato para o veterinário do hotel, caso ocorra alguma emergência.

Vamos juntos. O que eu preciso saber para viajar com meu cachorro?

Os animais de estimação não lêem gibis, não ficam perguntando a cada minuto "já estamos chegando?", mas também têm necessidades específicas durante a viagem, de forma que planejar é importante.

Antes de viajar
  • Primeiro verifique se é permitido o trânsito de cachorros no meio de transporte a ser utilizado;
  • Se você está viajando pelo Brasil, como precaução, anote o nome de um veterinário no local de destino;
  • Certifique-se com o veterinário de que a carteira de vacinação do seu cachorro está em dia e peça-lhe orientação sobre como tranqüilizar seu cachorro em viagens mais longas e estressantes;
  • Familiarize o seu cachorro com a caixa de transporte de forma que ele se sinta em casa e seguro;
  • Durante o caminho da viagem, procure locais de parada em que animais são bem-vindos;
  • Tente não dar comida para o cachorro por cerca de 6 horas antes da viagem para minimizar as chances de enjôo no carro ou no avião.
O que você precisa levar

Dependendo do tipo de transporte e da duração da viagem, pense em levar o brinquedo predileto do seu cachorro. Convém levar também artigos para limpeza, comida e guloseimas, tigela para água e comida, artigos para pentear o pêlo e a caminha familiar.

Segurança e conforto no carro
  • Verifique se o seu cachorro consegue entrar no carro com segurança. Na euforia de "dar uma voltinha";
  • Se seu cachorro não está confortável nem costuma andar muito de carro, dê umas voltas perto de casa antes de começar a viagem. Vá a um parque que ele já conhece para que associe o andar de carro com uma experiência agradável;
  • Lembre-se de que como passageiros, os cachorros podem se machucar grave e até fatalmente, mesmo em acidentes com o carro em baixa velocidade. Utilize uma caixa de transporte ou um cinto de segurança próprio para animais;
  • Ao estacionar, procure um local com sombra e não deixe seu cachorro sozinho no carro, mesmo que seja só por alguns minutos. Animais desacompanhados podem ser roubados ou até mesmo entrar em pânico quando se vêem sozinhos em ambientes estranhos. E, nunca deixe seu cachorro no carro sob altas temperaturas;
  • Quando parar, reveze com os outros passageiros de forma que seu cachorro fique sempre na companhia de alguém.
Segurança e conforto no avião

Tome todas as providências com bastante antecedência no caso de viagem com cachorros em avião e confirme as 24 a 48 horas antes do vôo. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, através do Serviço de Sanidade Animal, especifica procedimentos para trânsito doméstico e internacional de animais e as companhias aéreas exigem documentação específica sobre a saúde do animal. As companhias aéreas podem permitir que animais pequenos viajem no compartimento de passageiros se a caixa de transporte atender às especificações de bordo. Consulte a companhia aérea para verificar normas e tarifas específicas.

Se seu cachorro estiver viajando como carga, não deixe de colocar uma etiqueta com o local de destino e dados para contato, além de instruções sobre fornecimento de comida e água. Dê preferência a vôos diretos, ou seja, sem escala.

Viagens ao exterior

Em caso de viagem internacional, verifique se seu cachorro atende todas as normas vigentes exigidas pelo Serviço de Sanidade Animal que controla e orienta as atividades da importação e exportação de animais no Brasil. Verifique também nas embaixadas ou consulados as exigências específicas de cada país de destino para entrada de cachorros.

Agora depois das dicas, é decidir se o animal de estimação vai viajar, se ele for é correr atrás de todos os preparativos para viagem. Ou deixar tudo certo para quem irá cuidá-lo enquanto a sua ausência.




Adesivos decorativos


Boa noite aumiguinhos,


Como o final de semana foi só de festas e muitas compras de natal. Eu estava passeando pelo Amazonas Shopping (Manaus- AM) e passei pelo quíosque da Wall Tatoo. Eu adorei, cada coisinha fofa você encontra por la, todos os tipos de adesivos decorativos e também várias tatuagens para parede. Lá eles te mostram vários modelos e tamanhos e até fazem a demonstração pelo site quanto a cor que você escolher para combinar. E também tem os adesivos para colocar na janela do carro. Um mais fofo que o outro. Para testar coloquei esse no meu quarto que é lilás e a cor escolhida do adesivo foi branco, o mais legal é que eles lembraram dos animais de estimação para completar a família.

Lambeijocas da Bridinha.

Natal de Amor


Queridos aumiguinhos...

Estamos na véspera do Natal, época de muita emoção, transmitir amor a todos, tempo de reunir a família, de oferecer carinho de coração, de dar e receber carinho e perdão.

A melhor maneira de oferecer este amor puro, é presentear as pessoas que você ama com o mais nobre dos sentimentos em todas esferas da nossa vida - O AMOR.
Ainda dá tempo da aproximação com aqueles/as que, por algum motivo, estão afastadas/os e fazer a diferença neste Natal.
Dê um presente que verdadeiramente marcará a vida de quem você ama, dê o PERDÃO, o Amor de Jesus, o Amor eterno que renova e ilumina nossa existência!

Neste Natal e em 2011 experimente...
Todas as Emoções...
Todas as Alegrias...
Todos os Sorrisos...
Todos os Sonhos... e deixe-se levar pela magia da fé e amor ao próximo!

Bridinha deseja a todos um Natal cheio de Luz e Paz!!!

Lambeijocas.








Celebridades pets






Engraçado seria se em um toque de mágica todas as celebridades ou personagens virassem pets?Você ver suas principais características, como roupas e cabelos espalhafatosos em um corpinho peludinho.

O site internacional Takkoda lançou canecas divertidas com este tema. Tem do Elvis Presley, Michael Jackson, Mestre Yoda, Jack Sparrow, Amy Winehouse, e outros…

Qual delas você levaria para a casa?
Lambeijocas da Bridoca!



Natal chegando...


Já está chegando o Natal e o fim do ano meus aumigos. Hora de começar a se preparar para uma época super agitada e cheia de festinhas.

Para nós que temos cães em casa é o momento de já ir pensando nos preparativos.

Tem cachorros que tem medo dos barulhos dos fogos do Ano Novo;
Tem cães que ficam tão agitados com o movimento da casa que destrói até paredes ou ficam assustados quando eles não são acostumados;
Tem cães que iram viajar com a família ou os que tiraram férias da família e ficaram em locais próprios e sob cuidados durante a ausência dos mesmos.

Na realidade já está mais do que na hora de pensarmos em tudo isso e já irmos nos adiantando. Bridinha está super ansiosa e como todos os anos ela passa com a mamãe, então ela nem se preocupa, seja na minha casinha ou na casa dos familiares eu estou sempre no meio tornando o Natal da minha família especial! Verificando todos esses cuidados e com a programação adiantada, é manter a calma e curtir muito as festas.

Feliz Natal e um Ano Novo maravilhoso a todos. Lambeijocas da Bridoca.

Algumas manias da Bridoca




Olá aumiguinhos, são tantos os episódios da minha vida engraçados que só a mamãe mesmo para lembrar de alguns. Bridoca gosta de assistir tv (fica paradinha olhando) e ainda com vento no rosto.

Nossa nem preciso comentar o quanto que ela ama carinhos, afinal quem não gosta ne? É só chamar pelo nome dela com carinho, que corre na nossa direção e fica toda esparramada pelo chão de barriguinha para cima, para que a gente coce e além disso, quando você para de fazer carinho, ela pede mais esfregando a patinha ou lambendo as suas mãos. e sem contar que também tem mania de esfregar o corpo no sofá ou até mesmo na gente.

Quanto a fotos, é maior dificuldade, ela não gosta de tirar fotos e vira a cara ou fecha os olhos por causa do flash.

Quando é a hora de colocar ração para o irmao dela o Boris um lindo Bulldog (é porque vocês não tem idéia do tamanho do grão da ração dele), ela corre e pega uns 2 grãos de ração e leva até o tapete dela, come, depois volta na tentativa de ter mais. Ela não se da conta que é bem pequenina na frente do Boris e passa o dia implicando com ele só da porta, e quando vai alguém brincar com ele, Brida late muito com ciúmes.

É uma cadelinha muito curiosa quer participar de tudo e ela fica em pé toda metidinha, se equilibrando com duas patinhas somente, uma linda.

Já ao dormir ela não gosta de chamegos, mania que tem desde pequena e mesmo que você se aproxime dela só para dar carinho, cutucar, mexer, ou cheirá-la, ela rosna, e dependendo ainda te morde e depois ainda muda de lugar (abusadinha, hein?).

Morre de ciúmes da mamãe, ainda mais se ela ver alguém beijando ou abraçando. Sem contar que ela gosta de enfiar a cara entre as almofadas do sofá, edredon, se estiver no seu colo ou até mesmo qualquer lugar que ela achar interessante esconde o focinho.

Linha CozaPets



Depois de muito procurar comedouros diferentes eu encontrei umas cestinhas super coloridas da Coza que achei perfeitas para guardar e manter organizado os brinquedinhos da Brida. Vi um post da Renata Faggion do Canina Blog que citava a nova linha pet da Coza. Como minha cadela é pequena eu achei ideal e também adorei o pote para ração e o tapete!

Você pode comprar o kit ou as peças avulsas, com diversar várias cores para escolha e diretamente na loja virtual.



Vaidade canina

Será que a vaidade é algo que somente os humanos podem ter? A resposta é não. Para quem não acredita os nossos aumiguinhos de 4 patas também se encaixam nessa vaidade, devo concordar que eu me considero uma cadelinha vaidosa, tudo culpa da mamãe, briguem com ela. Algumas frescuras básicas, quando eu vou passear com a mamãe nos parques quem disse que eu piso na grama, lugares molhados ou até mesmo na areia, nem pensar! Quando percebo que a mamãe vai sair e ela me convida eu corro na direção dela para colocar o meu lacinho, roupinha se for para usar e coleira. Se eu sentir algum cheirinho estranho nos meus comedouros, eu não como. Entre outras que não lembrei agora.

Vejam esse vídeo super engraçado que mostra a real vaidade canina.
Lambeijoquinhas da Bridinha.

Dias felizes



Muita gente pensa que para um cachorro ser feliz basta dar água, comida e um pouco de carinho. No entanto é um pouco mais do que isto! Brida adora correr atrás do seu ursinho de pelúcia, inclusive de todos seus brinquedos eu já comentei aqui que o urso é o seu predileto. É claro que tem dias que ela não quer nem se mexer e levantar da caminha (puxou a mãe preguiçosa), mas quando está disposta você pode esperar que vai cansar primeiro que ela, uma danadinha, rápida, adora correr e quem disse que cansa facilmente, não mesmo.

Um filhote precisa dormir em média 17 horas por dia. Após as brincadeiras o descanso é fundamental para o cão.

Passeios, brincadeiras e exercícios devem fazer parte da rotina do animal. A rotina é outra coisa que para nós pode incomodar, mas para o seu cão significa a segurança que ele precisa. Uma rotina definida faz um cachorro feliz e mudar a rotina é muitas vezes motivo de estresse.

Lambeijocas da Bridinha.


Comidinhas proibidas aos cães

Através de um artigo interessante que eu li e é sobre um assunto que interessa a todos que têm cachorros e zelam pela sua saúde: Comidas que seu cão não pode comer.

Os cães, ao contrário dos gatos, adoram comer os mesmos alimentos que nós, seres humanos, ingerimos. Acontece que cão é cão, gente é gente. Nem tudo é permitido, ao contrário do que muitos pensam. Alguns alimentos, que não fazem mal ao humanos, podem fazer mal e até matar nosso animal de estimação. Aqui estão alguns alimentos:
  • Uvas e uvas passas – podem causar insuficiência renal em cães se ingeridas em grandes quantidades; mesmo uma pequena quantidade de uvas pode causar problemas renais no cão. Cuidado com os chamados “panetones caninos” com uva passa, dispense esse petisco.
  • Abacate – a fruta, sementes e casca podem conter uma toxina chamada Persina. Melhor não arriscar.
  • Massa de pão e bolo crua – o fermento contido na massa crua pode se expandir no estômago do animal e causar dor ou ruptura intestinal. O risco diminui depois que a massa é assada.
  • Cebola e alho – podem causar irritação gastrointestinal e danos às hemácias. Os gatos são mais suscetíveis que cães, mas é melhor não dar a nenhum deles cebola ou alho em grandes quantidades.
  • Comidas com muito sal ou gordura – o excesso de gordura pode causar mal-estar estomacal e pancreatite, o excesso de sal pode aumentar o risco de desenvolver toxina do íon sódio. Além disso, podem causar diarréia e vômitos.
  • Ossos – são um perigo para os animais, pois podem causar engasgos ou perfurar o trato digestivo. Além disso, carne ou ovos mal cozidos podem causar intoxicação bacteriana.
  • Doces dietéticos – produtos adoçados com xilitol podem causar danos hepáticos e até a morte em cães mais sensíveis. Isso inclui goma de mascar, balas, biscoitos dietéticos e pasta de dentes.
  • Noz macadâmia – pode causar fraqueza, vômito, tremores e hipertermia em cães. Os sintomas duram até dois dias, e aparecem após 12 horas da ingestão.
  • Álcool, chocolate, café – as metilxantinas e especialmente a teobromina presentes nessas substâncias podem causar vômitos, diarréia, falta de ar, sede e urina excessivas, hiperatividade, aumento da freqüência cardíaca, tremores, convulsões e risco de morte nos animais.
Outro lembrete é não esquecer das plantas que são facilmente encontradas nos jardins de nossas casas, não temos idéia do quando algumas podem causar intoxicações sérias e até matar.
  • Palmeiras ornamentais cicadófitas (plantas rasteiras com uma grande flor no centro)
  • Bulbos de tulipa e narcisos
  • Azaléa / rododendro
  • Oleandro ou flor-de-são-josé
  • Mamona ou rícino (inclusive a “torta de mamona” usada para adubar jardins)
  • Ciclâmen ou violeta dos alpes
  • Kalanchoe (uma florzinha bem comum em canteiros)
  • Comigo-ninguém-pode
  • Amarílis
  • Colchicum ou cólchico ou merendeira
  • Crisântemo
  • Hera, unha-de-gato
  • Lírio da paz
  • Mandioca, Hortênsia (ambas contém cianeto)
Então todo cuidado que mantivermos com os nossos animais, é muito importante. Fiquem atentos.

Caneca que late

Se tem uma loja que é fofa e eu gosto é a Imaginarium. Itens diversos para todos os gostos, divertidos e originais. E para os petlovers, olha essa caneca que late:



Caneca estampada com arame farpado e com a frase “CUIDADO! CANECA QUE LATE TEM DONO QUE MORDE!”.Quando pegar, ela late. É de cerâmica, plástico e componente eletrônico. Com capacidade de 250 ml, mede 10 x 8 x 26,5 cm. Preço: R$ 29,90

Boa opção de presente unissex de Natal para donos ciumentos.


Cio: a época do namoro dos cães

Me inspirei nesse texto hoje, pelo motivo da minha filhota ter entrado no seu 3o. cio e até agora nada de encontrar um namoradinho. Poxa fico triste, quero muito que ela seja mamãe. E começarei a fazer uns anúncios da foto dela e espalhar pelos pet shops, mais eu só recebo notícias que é difícil arranjar um Bichon Frisé macho, aparecem muitas fêmeas no consultório e no banho. E vou na tentativa de encontrar esse namoradinho para ela.

Entendendo um pouco sobre a reprodução das cadelas.

O que é cio?
Consideramos que uma cadela está na puberdade quando ela tem seu primeiro cio. Ele ocorre entre 7 a 10 meses de idade, na maioria das raças. O cio é a época de "namoro" da fêmea, pois fora desse período ela não aceita a cobertura do macho. Diferentes das fêmeas, os machos não apresentam cio e podem acasalar em qualquer época.

Os machos podem detectar o odor das fêmeas no cio a uma grande distância. Um ferormônio é eliminado junto com a urina das cadelas nessa fase, e é ele que atrai os machos.

Como identificar o cio:
A região genital externa das cadelas (vulva) começa a inchar e observa-se um sangramento de leve a moderado. Chamamos de primeiro dia do cio, o dia em que se observa o início do sangramento.

Duração do cio:
Em média, o cio das cadelas dura de 15 a 16 dias.

Freqüência do cio:
O cio das cadelas manifesta-se a cada 6 meses, normalmente. Mas há cadelas cuja frequência varia a cada 5 ou 7 meses, o importante é que o intervalo seja constante.

Períodos do cio:
Na primeira metade do cio, observa-se um sangramento leve que diminui ou desaparece totalmente em torno do 7o. ou 8o. dia. Nesse período, a cadela deixa-se cheirar pelo macho, mas não aceita que ele monte sobre ela. Na segunda metade do cio, apenas o sangramento é evidente, embora muitas cadelas ainda possam sangrar. Nessa fase, as cadelas permitem a monta e o acasalamento com o macho. O final do cio é notado pela diminuição evidente da região genital e quando a fêmea passa a rejeitar o macho.

Evitando que a fêmea fique prenha: não permitir que ela tenha contato com machos do 7o. ao 15o. dia (ou final) do cio. A castração é uma excelente opção para quem não quer que seu animal tenha crias. Uma vez castrada, a fêmea não terá o inconveniente do cio. O uso de anticoncepcionais não é um método totalmente seguro para a saúde do animal.

"Cio seco":
Algumas cadelas não apresentam sangramento durante o cio. Nessas fêmeas, é muito mais difícil identificar o momento certo para o acasalamento. Para quem tem um casal de cães e não tem muita experiência, isso é um problema pois os acasalamentos indesejáveis poderão acontecer. Algumas pessoas, por não perceberem sangramento na fêmea, acham que seus animais nunca tiveram cio. Cadelas mais velhas podem apresentar cio seco.

As fêmeas têm cio até o final da vida. Não existe a "menopausa" em cadelas.

Ninhadas: ter ou não ter, eis a questão.

Chegou aquele presente tão desejado em casa. Aquela pequena filhote que esperavam a tanto tempo. O que a maioria das pessoas não vislumbra no futuro, é que esta cadelinha levada e sapeca um dia poderá ser mãe de outros lindos filhotes. E muitas vezes não desejados ou até mesmo abandonados. Então o que fazer?

O que todo proprietário deveria estabelecer desde o começo da vida de sua cadelinha é: Vou querer que ela cruze no futuro? Sim ou não? Quando? Caso não existam planos para que ela seja uma futura mamãe, o ideal é procurar realizar a esterilização cirúrgica (castração) precoce ou não.

Bem, depois de tanta informações, o ideal é programar a futura vida de sua fêmea. Caso não existam planos para que ela seja uma futura mamãe o ideal é castrá-la. Na minha situação eu não penso e nem pretendo castrá-la jamais!

As maneiras de transportar animal no carro

Cães adoram passear de carro, mas alguns ficam tão ansiosos e felizes que não conseguem se comportar e por este motivo temos que aprender quais são os tipos que existem para a segurança deles, mesmo que o passeio seja curto.

A segurança é sem dúvida algo muito importante em qualquer hora e principalmente quando estamos dentro de um veículo. Muitas pessoas acabam esquecendo da segurança dos cintos de seguranças e perdem suas vidas nas estradas. Para minimizar esses problemas, que envolvem muito mais que o condutor, foram lançadas diversas leis visando a segurança do condutor e do passageiro. Entre essas leis podemos citar a multa caso o condutor e qualquer outro passageiro seja pego sem o cinto de segurança e a lei que obriga o transporte de bebês e crianças em assentos especiais.

Outro que também destacou-se foram os animais de estimação. Como existem muitos casos onde o motorista acabava perdendo o controle do carro por causa do animal solto ou pela forma errada de transportá-lo, por exemplo, animais com partes do corpo para fora do carro, circulando dentro do veículo ou até mesmo no colo do condutor. Para que tudo isso mudasse foi lançada uma nova lei que proibi o transporte de qualquer animal a não ser nos locais específicos para eles.

Como agir

Além do cinto de segurança as empresas que trabalham no ramo de Pet Shop, lançaram o assento para cães e gatos. Segundo eles o aparelho dá muito mais conforto para os animais, o deixando seguro e confortável.


Outra maneira correta de transportar animais em veículos é dentro de uma caixa de transporte, pois estas são feitas especialmente para este fim e oferecem toda a segurança que o seu animal precisa.


E a última opção adequada de transportar animais em veículos é fazendo uso do cinto de segurança especial para animais, todas essas opções podem ser encontradas em lojas de pet shops.




Como os animais são tratados como se fossem filhos, crianças da família, eles são merecedores de muitos cuidados com relação a aparência, saúde e conforto, mas toda esta atenção nem sempre contempla questões importantes como a segurança. Nada como acostumá-los a usar, até mesmo por eles protestarem, mas é preciso que os donos não se intimidem e passem a fazer uso destes ítens de segurança, até que se transforme em hábito.

Cães que dormem com os donos


Pesquisa divulgada este ano pela Comissão de Animais de Companhia (Comac), mostrou que 55% dos cães dormem dentro de casa e 23% dentro do quarto dos donos. É cada vez mais comum nós encontrarmos donos que residem em apartamentos com seus cães e também saber que os cães dormem no quarto ou até mesmo na cama de seus donos, principalmente sendo de raça de pequeno porte.

Dentro dessa nova realidade, quais são as conseqüências desta rotina para o comportamento do cão, será que isso é bom ou ruim?

O cão é um animal social que está intrinsecamente inserido na rotina da sua "família humana". Se pensarmos nos ancestrais, eles costumavam dormir juntos, aninhados, pois assim conseguiam se proteger, ficando menos vulneráveis, além de se manterem aquecidos. Para os cães, dormir próximo aos humanos equivale a estar próximo de sua família!

Alguns cães já são acostumados e se aproximam logo na hora de dormir, alegando que trata-se de um fator que aumentará o vínculo afetivo entre cão e seu dono. Mas, por outro lado, a análise desta situação tão cotidiana atualmente leva-se em conta conseqüências importantes, relacionadas a saúde e ao comportamento do cão. Cães que dormem com os donos são extremamente apegados a este. São aquelas "sombras": onde a pessoa vai, o cãozinho está atrás. E, cães muito "grudados" tendem a desenvolver ansiedade de separação. E se, além disso, dormem próximo aos humanos de sua família, tendem a sofrer muito mais quando separados destes.

Quanto a higienização

Um ponto a ser considerado são as condições de higiene, médicos orientam pessoas que dormem com seus cães a tomarem cuidado especiais com a limpeza das patas, vermifugação e vacinação. Cães que dormem em qualquer lugar devem ter sua saúde muito bem cuidada. Pessoas alérgicas, segundo os médicos, não devem permitir que os cães estejam tão próximo na hora de dormir.

Então o que devemos fazer, o que é o certo?


Acredito que o certo ou errado fica a critério de cada um. Visando o bem estar do cão, se a opção for deixá-lo dormir no quarto, ele deve ser bem treinado em relação a sua independência.

Ignorá-lo em determinados momentos, mudar de direção, especialmente quando este se torna a "sombra", também é interessante. Incentivar o cãozinho a brincar em outro cômodo, sozinho, enquanto o dono está em outro lugar, ajuda a mostrar a ele que a ausência do seu dono também é boa. Incentivar o cão a dormir em sua própria caminha e até evitar que ele suba na cama do dono.

Um cão obediente, bem treinado em limites e um dono consciente daquilo que se deve ou não permitir ao cachorro sempre resulta a uma boa convivência, mesmo quando se opta por deixar o cão dormir no quarto. Por este modo e com bom senso, não vejo problema em permitir que o cão durma próximo ao dono.

A Brida dorme no meu quarto, ela as vezes da uma de sombra e fica me seguindo, ou então sai andando pela casa sozinha e brinca com todos. Quanto a ter ansiedade de separação, chorar, latir eu não tenho problemas quando fica sozinha.



Alto-falante animal!

Mi Pet Speaker é um alto-falante no formato de gato ou cachorro que você pode usar com seu iPod, iPhone ou outro MP3 player. Os pets dançam enquanto a música toca. Muito fofos! Por US$39.99 na Amazon.




Meias de NatAU

A Stocking Factory oferece meias de Natal personalizadas para toda a família, incluindo aos nossos animais de estimação! Lindas meias!






NatAU

O Natal está chegando e existe uma infinidade de produtos legais e os temáticos são os mais procurados para deixar as nossas filhotinhas no clima natalino, olha essas coleiras com aplique de feltro da Pecan Pie Puppies. Cada uma mais linda que a outra.







Lindos Futons Dog

Nada como ótimas novidades para os nossos animais de estimação, saindo das tradicionais “camas-buraco” que é o que mais achamos no mercado brasileiro, a Futon Dog é uma fabricante nacional que oferece camas futons para os pets, além de escadas e brinquedos originais. E as medalhas dos signos são uma fofos.

Os produtos infelizmente podem ser encontrados em diversos petshops de São Paulo, incluindo interior e litoral. Também podem ser adquiridos online em lojas como Americanas, Pet Premium, Pet Supermarket e Empório Mima Pet. Camas a partir de R$79,90. Aproveitem é uma boa pedida para presentear nossos filhotes.









Decoração de Natal e os riscos aos animais


Muitas famílias já começaram a montar a decoração de Natal em suas residências, alguns enfeites de natal que conhecemos como as guirlandas, pinheiros, papai noel, pisca-pisca e a árvore de natal. Mas cuidado: quem tem cachorro deve ficar atento. Os cães podem mastigar, puxar, arrancar, subir e até comer as decorações.

Aqui tem algumas dicas para evitar que isso aconteça:

  • Tomadas e benjamins são vistos como brinquedos mastigáveis pelos animais. Por isso, se possível, cubra tudo com uma fita adesiva ou qualquer outro material. Dessa forma, você estará evitando choques, queimaduras e machucados.
  • Árvore de Natal já para os cachorros eles podem “roubar” enfeites e até derrubar a planta. Prenda com firmeza os objetos ainda mais se tiverem de vidro. Esses adereços podem causar cortes e obstrução intestinal nos cães.
  • Se você tem o hábito de deixar presentes na árvore de Natal, fique atento! Dependendo do comportamento do seu cão, ele pode acabar abrindo ou destruindo os pacotes.
  • Plantas típicas do Natal podem causar problemas estomacais. Se possível, esborrife spray amargo nessas plantas para que os animais fiquem bem longe delas. Caso contrário, mantenha-as em locais altos.
E fiquem de olho nos cãezinhos danados! ;)

Natal canino

Mês de dezembro finalmente e a chegada do Natal.

Nossos cães são considerados cada vez mais como membros da família, eles passaram a participar das festividades de final de ano e, principalmente, da tradicional ceia de Natal. Desse modo, a chegada desta data comemorativa aquece as vendas nos Pet shops e empresas do mundo todo que investem em produtos natalinos específicos para animais de estimação.

Alimentos e guloseimas

Para possibilitar que o cão participe com a família da ceia de um modo saudável, nessa época as indústrias do segmento pet investem nas mercadorias alimentícias, que são criadas e testadas por veterinários e possuem uma fórmula nutricional especial para os cães, livre de substâncias nocivas à saúde do animal.

O exemplo é o panetone para cães na versão salgado (recheado com carne) ou doce (com sabor de chocolate – segundo o fabricante, eles não são feitos de chocolate de fato, mas sim de uma composição própria sem Theobromina). Para completar a ceia canina também existem os biscoitos natalinos, os brownies e até mesmo os bombons em formatos característicos da data.



Os fabricantes dizem que apesar de serem feitos especialmente para os cães, esses alimentos não são contra-indicados para seres humanos que podem experimentá-los e matar a curiosidade. Lembrando sempre que esses produtos não substituem as refeições diárias do cão, por isso devem ser utilizados como uma deliciosa recompensa ou em momentos especiais.

Roupas e Brinquedos

Para caracterizar os cães e tornar a festa mais divertida, muitos donos optam por vesti-los com roupas de Papai Noel ou Mamãe Noel, gravatas, gorros ou laços vermelhos. Entretanto, especialistas alertam para que a brincadeira seja sadia, as roupas devem ser utilizadas por um curto período de tempo, assim como os gorros com elástico, pois podem irritar o cão, causar dermatite ou fazer com que o animal enrosque as patas e se machuque.

Dentre os brinquedos escolhidos para presentear os cães no Natal, os mais indicados são os bichinhos de pelúcia, seguidos pelos brinquedos de borracha ou que têm cordas (para limpar os dentes e ajudar a evitar o tártaro). Mas, para aqueles que não querem economizar com os cães há diversos produtos sofisticados, como, óculos de sol, produtos de higiene importados e até perfumes franceses, como o Oh My Dog! ;)

A dica dos especialistas é não exagerar no tempo de uso (para roupas e utensílios) ou na quantidade de porções oferecidas (no caso de comidas), pois todos esses produtos não fazem parte da condição natural do cão. Não importa qual a forma ou a mercadoria escolhida para presentear seu cão no Natal, o maior presente para ele é ser amado por você.

Boas compras!!



Passeio de carro!

Brida AMA passear de carro!

Desde o início eu a acostumei muito mau por sinal. Quando ela percebe que eu irei sair de carro já fica se insinuando para ir junto também e não sossega até eu responder se ela vai ou não.

Assim que chego na garagem, ela fica só olhando e se chamarem ela, já era, ela corre e pula para dentro do carro. Levamos ela no colo, sei que é errado, quando não na caixinha que ela tem. A Brida na ida do passeio não se comporta bem, é latindo, gritando, imitando o grito de macaco, arara é uma euforia enorme. É claro que quanto a higiene, eu não tenho do que reclamar, ela nem faz xixi nem cocô dentro do carro, ela pode estar com vontade mas ela aguarda a chegada ao local ou então faz antes em casa.

Uma das coisas que eu adoro fazer e não reclamo é passear com a Bridoca esse nosso companheirismo é ótimo, sempre faço passeios nos parques, apesar que aqui na cidade não temos muitas opções, ou passeios para levá-la à veterinária, pet shop, mas têm dias que passo o dia inteiro na rua e ela sempre me acompanha, descendo e subindo do carro numa boa.

Brida adora colocar o focinho para fora da janela e fica admirando o movimento e pegando ventinho. Se ela ver um caminhão ou motociclistas, late bastante, acho que é devido ao barulho e ela não quer nem saber, não gosta. Brida sempre gosta dos passeios e raramente se cansa, só vem comportada no carro na volta para casa, ela sempre acerta quando estamos voltando e deita no colo para descansar.

Focinhos


Focinhos são gelados?

Na verdade, o focinho dos cães não é gelado, mas, sim, bastante úmido. Isso acontece porque os cães possuem uma quantidade pequena de glândulas sudoríparas, –glândulas que liberam o suor para auxiliar o corpo a eliminar calor. Para controlar a temperatura interna, o nosso melhor amigo precisa transpirar pela boca e pelo focinho. Isso explica por que os cães andam com a boca aberta, respirando como se estivessem ofegantes. O ato não significa necessariamente cansaço, mas, sim, um processo de eliminação de calor do corpo: o ar quente sai e o frio entra. Essa mesma troca ocorre no focinho. Quando o ar quente interno sai por ali e entra em contato com o ar ambiente mais frio, ele sofre o processo de condensação e ganha a forma líquida, molhando e resfriando o focinho.

Lindo esse poema sobre focinhos. Dedico em especial a minha lindona Brida, cujo o focinho ilustra este post.



Focinhos
Claudia Zippin Ferri

Ah, se as pessoas soubessem o que há por trás de um focinho,
Focinho úmido, geladinho,
Preto, marrom, desbotadinho,
Simples e lindos focinhos.

Ah, se as pessoas soubessem o valor de um focinho,
Focinho medroso ou metido,
Focinho manhoso, carinhoso,
Simples amigos focinhos.

Ah, se as pessoas tivessem ao menos um focinho,
Não sobre o próprio rosto,
Mas em carne, pelo e osso,
Fonte pura de carinhos.

Ah, se as pessoas protegessem os focinhos,
Focinhos que vivem sozinhos,
Amores desperdiçados; focinhos amargurados,
Focinhos pra todo lado.

Ah, se as pessoas conhecessem os focinhos,
Quanto amor, quanto carinho,
Anjos peludos, sem narizinhos.
Anjos fofos atrás de focinhos.

Ah, se eu pudesse ver todos os focinhos,
Amados e acolhidos,
Crianças da criação, anjos de bem querer,
Focinhos em plena evolução.

Ah, se as pessoas soubessem,
Quanto amor e dedicação,
Quanta vida, quanta paixão,
Quanto vale o amor de um cão.

Ah, se eu pudesse mostrar para todos, o valor de um focinho,
A gratuidade de um carinho,
O que existe de verdade,
Por trás de um simples focinho.


Cães teimosos



Olha aumigos, a Brida é lindona mas também é muito teimosa e ainda vira a cara pra mãe dela. Olhem na foto acima que ela não da a mínima pro que a mamãe fala.

Você acha que os cães são teimosos? Muitas vezes parece que os humanos é que teimam... Agora no pensamento dos cães funcionam assim: meus antepassados aprenderam que era importante não desistir dos objetivos para conseguir sobreviver e essa lição vale até hoje. No dia a dia com a minha dona, eu percebi que, se insistir, acabo conseguindo o que eu quero.

Ou então a Brida vira totalmente a cabeça, nem ligando para o que dizem para ela, ah nada como muitas peias para resolver hein Brida? rsrsrsrs.


Proteja seu cachorro da chuva com gadget especial

Ninguém gosta de cheiro de cachorro molhado, certo. Então, como você faz quando está passeando com seu cãozinho e de repente começa a chover?

Pensando nisso, a loja Hammacher Schlemmer colocou a venda um acessório que pode evitar o problema. O gadget chama dogbrella (uma brincadeira com dog, que significa cachorro e umbrella, que significa guarda-chuva).

É uma espécie de guarda-chuvas invertido, que tem uma coleira para seu cão. O preço no site é US$ 29,95 (em torno de R$ 50). Você compraria? Muito engracadinho, rsrsrs.

Sons

A linguagem canina envolve muito mais sinais corporais do que sons. Em geral, movimentos sutis dão conta da maior parte das situações de comunicação cotidianas. Embora os cães sejam capazes de produzir grande variedade de sons, no convívio ouvimos apenas alguns, um passeio no parque ou uma observação atenta de um grupo de cães em interação bastam para revelar vários dos sinais abordados. De fato, existe um repertório bem amplo e raramente usado de vocalização canina, enquanto alguns animais latem muito e produzem outros tipos de sons, há aqueles que extremamente silenciosos, que nunca "falam".

Sons de satisfação

Alguns donos se surpreendem com os sons que seus animais fazem quando satisfeitos. Descrevo em seguida o ruído emitido nos momentos felizes como um som melodioso e baixo da Brida, que muita das vezes lembra um gatinho mimado. Alguns cachorros costumam "resmungar" enquanto deixam a barriga à mostra, esperando um carinho. Peculiares de cada animal, esses ruídos especiais só identificados em cachorros realmente confiantes e bem à vontade.

Volume e altura

Assim como ocorre com a linguagem corporal, os cães usam os sons de duas formas distintas: com a intenção de transmitir uma mensagem ou involuntariamente, para expressar suas emoções. Já os sons agudos em geral, indicam excitação, mas sem ameaça, ao passo que um som grave funciona como advertência. Quanto mais grave o som, maior deve ser o cuidado para lidar com a situação.

Latidos e rangidos não aparecem ameaçadores mas, como ocorre com os humanos, quanto mais baixo o tom da "fala", maior a seriedade de quem o emite: engrossar a voz é uma forma de tentar ser levado a sério, com os cães ocorre o mesmo. Os sons mais ameaçadores (rosnados, irritados) saem em tons baixos, em cães filhotes quando eles percebem aproximação de um adulto desconhecido, emitem sons agudos e alto, a fim de enviar a mensagem de que não representam perigo. Ruídos agudos podem ser identificados também em cães adultos que se sentem ameaçados. Quanto ao volume do som não revela nada sobre o comportamento social e parece estar mais relacionado às características da raça ou à personalidade do cão.

Tipos de som

Se pensarmos na variedade de sons que um cão potencialmente pode emitir, podemos nos perguntar ouvimos tão poucos ruídos no convívio com um cachorro. A explicação pode estar associada à história da raça e também à personalidade de seu cão, os cães agem de forma instintiva em diversas situações, mas não podemos subestimar o quanto sua linguagem foi adaptada para a compreensão humana durante o longo processo de domesticação.

Latidos

Como os humanos recorrem mais à linguagem falada do que a outros recursos de comunicação, alguns cães aprenderam a se comunicar diretamente com seus donos utilizando esse recurso. Alguns cachorros começam a latir quando querem sair para passear, desejam brincar ou buscam transmitir alguma mensagem. O aviso mais comum é latir quando uma pessoa estranha se aproxima da casa. O latido é o som mais associado a um cão e o que ouvimos com mais freqüência, os seres humanos são mais acostumados à comunicação verbal pode ser mais fácil identificar a diferença entre os tipos de latido do que as sutilezas da complexa linguagem corporal canina.

Sinais de tédio



Você é um bom observador? Você sabe identificar quando seu cão apresenta sinais de tédio Aprenda as dicas que a Brida dá para mostrar que está entediada e outras mais para combater esse problema.

A Brida fica com choros bem de leve, eufórica e tem nessas horas vários gritos diferentes e late quando fica estressada, um comportamento típico de várias outras raças. Adora cavar edredons, a sua caminha e sai disparada correndo pela casa sem motivos aparente. Esses são sinais de que a Brida está entediada de ficar entre quatro paredes e que devem ser percebidos principalmente por quem convive mais com o cão e percebe todos essas artimanhas.

Uma das melhores alternativas para aliviar o tédio da Brida é levá-la para passear, com coleira, em horário calmo e que se possível não tenha muitas crianças próximo. Também sendo uma ótima oportunidade para desenvolver a socialização e aprender a viver bem com outros cães. Se o dia está corrido, tento dispensar alguns minutos brincando, conversando, elogiando, fazendo carinho, escovando os pêlos, enfim, dispensando atenção!

Além disso, aliviar o estresse da minha filhota ajuda a aliviar o meu estresse. Saio da rotina, vejo coisas novas e cuido da minha pequena.




Algumas vezes nem mesmo o bom e velho ursinho e companheiro tira a Bridoca do tédio. Aconselho a leitura do texto “Meu cachorro não fica só!”, da treinadora e especialista em comportamento canino Claudia Pizzolatto, o texto tem uma perspectiva diferente deste aqui e comenta sobre a solidão em cachorros, aspecto bastante presente no mundo moderno.

Tem algumas ações que julgamos como normais, mas podem aumentar o estresse do nosso cão, como fazer com que ela dê muita atenção à minha chegada em casa, não estimular a sua independência, além de chamar pelo nome dela várias vezes.



Dicas

Observar se o seu cachorro apresenta algum sinal de estresse e tédio. Alguns cachorros desenvolvem sinais comportamentais e até físicos/fisiológicos, como lamber as patas, dermatites e lacrimejamento excessivo. Outro sinal de estresse nos cachorros é o fato de lamberem você demasiadamente, como aprendi em Adestramento de cães em 15 min. Embora lamber seja algo natural nos cachorros e um sinal de submissão e de que gosta da sua companhia, fique atento quando esse comportamento for excessivo e ignore-o, mostrando que você não gosta disso. Manter seu cão relaxado também contribui para uma pelagem bonita e macia. Por fim, aprenda dicas fáceis e eficientes para manter seu cão ocupado sem se sentir entediado.

Bridinha e a reação da vacinação


A Brida ontem foi a veterinária e tomou sua última vacina desse ano, a de Giardíase Canina, mas ao chegar em casa ela andava normal só que ao se esbarrar na perninha dela já ficava rosnando devido o medo de tocar na região dolorida ou então se fosse pegá-la no colo ela dava uns gritos.

Reações a vacina

Tem certas aplicações de vacinas que deixa o cão tristonho, as reações de dor no local da aplicação das vacinas são consideradas normais. As vacinas podem, assim como nos humanos, causar algumas reações nos cães e também elas desaparecem sozinhas:

  • Menor atividade, febre e dores musculares (normalmente desaparecem 1 ou 2 dias após a vacinação)
  • pode haver reação inflamatória, erupções na pele no local da aplicação e formação de nódulo que tende a desaparecer dentro de 1 a 2 semanas.
Lembre-se, a vacinação é muito importante para a imunidade dos cães e, consequentemente, sua saúde.




Sou muito feliz e você é com seu dono?



Sabe aqueles dias em que a vida apresenta muitos obstáculos, quando o seu dia não está legal, você está triste, magoada com algo ou até mesmo com vários problemas, vou te dar uma dica simples, é só olhar para ela que tudo me faz melhor. Só a idéia dela existir na minha vida me faz sorrir.

É muito gratificante você ver a alegria do seu cãozinho, não importando a raça e tamanho, quando você chega em casa e ele pula, roda em sua volta, late, demonstrando que está feliz. Para quem gosta de vê-los assim, também é uma alegria, pena que algumas pessoas não têm essa consciência e muitas vezes, descuidam de seus animais, abandonam e até tem coragem de maltratá-los.

Vacine seu caõzinho, cuide, dê carinho e amor, pois é disso que eles precisam e acaba sendo recíproco você dá amor e recebe em dobro. Que nem a frase linda da Pedigree - Porque cachorro é tudo de bom!







Meu cão está gordinho. E agora?

Nada como ter cuidados com seu cãozinho para prevenir que ele sofra de obesidade. Seu animal de estimação está cada vez mais gordinho e você acha que é sinal de saúde? Engano seu e não fique alegre, você não imagina o aumento de casos de animais com problemas de obesidade.

De acordo com a veterinária Roseane, cães e gatos podem sofrer com esse problema, sendo maior nos cães. Afinal, eles passam muito tempo grudados nos donos e acabam ingerindo comidas erradas e não se exercitando. Devemos ter em mente que a obesidade traz problemas de articulações, de coluna e até de doenças cardíacas, respiratórias, de fígado e diabetes.

Quando desconfiar que seu cãozinho está com excesso de gordura, procure o veterinário. Ele vai aconselhar uma mudança nos hábitos alimentares de seu amigão. Basta passar a utilizar rações diet, estimulá-lo a caminhar e, em último caso, usar medicamento para tratar a ansiedade, tudo dependendo da resposta do animal e da colaboração do dono!

Citarei algumas raças com tendência a engordar:
  • Cocker
  • Beagle
  • Basset
  • Labrador
Então depois de todas essas dicas, cuide do seu cãozinho ele depende de você!!

Cuidados ao tosar seu cãozinho



Alguns motivos a qual é importante manter a tosa do nosso cão em dia, devido o nome ser Pet shop você entende que é um salão de cabeleireiro para cachorros? Errado! Mesmo a rotina dos dois lugares sendo parecidas, banho e tosa para os animais não são apenas questões de beleza, e sim de higiene.

Pelos compridos e embaraçados abafam a pele e propiciam o aparecimento de fungos, micoses e dermatites, que podem levar à queda total dos pêlos, a tosa também previne doenças de pele, falhas na pelagem e problemas provocados por pulgas e carrapatos.

A escovação



Escovar é fundamental e é mais importante para a saúde do seu animal do que a tosa. Ela remove o pêlo morto e espalha melhor a gordura da pele, deixando os pêlos mais brilhantes. Você também deve escová-lo para evitar nós, pois, se não fizer isso, terá de raspar todo o corpo do seu amigão (algo não agradável para o dono e para o próprio cão). Animais de pêlo longo devem ser escovados diariamente. Já os que têm pêlos mais curtinhos, uma vez por semana basta. Portanto, pegue a escova e capriche!

Tosa higiênica

Devemos ficar atentos pois nosso cãozinho sempre precisa de higiene. Esse tipo de tosa garante a limpeza da região genital e das patinhas dos cães, no caso dos machos, da barriga também. “O excesso de pêlo que fica por baixo da pata faz o animal escorregar, já nos machos, a barriga deve ser raspada porque o pipi fica voltado para a frente. Quando ele faz xixi, seu pêlo fica sujo.” A freqüência com que deve ser feita a tosa varia de acordo com a raça e a necessidade do seu cachorrinho.

Observe o pet shop que seu animal de estimação freqüenta e repare em alguns detalhes como estes citados abaixo:
  • Pêlos: veja a quantidade de pêlos espalhados pelo local, alguns fios escondidos ali podem causar micoses.
  • Secador: se a temperatura estiver muito alta, pode prejudicar os olhinhos do animal, provocar uma queimadura ou um choque térmico.
  • Produtos usados: seu animal de estimação pode ter uma intoxicação se ingerir alguns produtos. Além disso, a quantidade de perfume que passam nos cães deve ser pequena, isso quando não ocasiona alergia. E procurar sempre levar os objetos de higiene do seu cão (toalha, shampoo, condicionador, escova de dente, entre outros).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...